Câmara aprova e, após 43 anos, Vinhedo terá nova represa de água

Sanebavi realiza obras de setorização para redução de perdas de água
SANTA FÉ – LIMPEZA DOS RESERVATÓRIOS – Nesta segunda-feira (02), a Sanebavi vai realizar limpeza e desinfecção dos reservatórios no condomínio Santa Fé.

Vereadores aprovaram por unanimidade aquisição de área de 72.800 metros quadrados com manancial para criação da Represa IV

Depois de 43 anos, Vinhedo terá uma nova represa para ampliar a oferta de água à população. O projeto de lei da Prefeitura para a aquisição de área de 72.800 metros quadrados entre Vinhedo e Itupeva, próximo à Estação de Tratamento de Água (ETA) da Capela, foi aprovado por unanimidade pelos vereadores em sessão extraordinária da Câmara Municipal, nesta sexta-feira (29) à tarde. No local, manancial de água bruta, será criada a Represa IV.

“É uma grande conquista para Vinhedo. Teremos uma nova represa na cidade depois de 43 anos. Nesse período, nenhum investimento foi feito em uma nova fonte de produção de água para nossos moradores. Com muito orgulho viabilizamos uma solução. E não para por aí. Já estamos viabilizando a quinta represa, no outro lado da cidade, na Bacia do Bom Jardim. Também vamos construir novos reservatórios de água tratada e já foi aberta a licitação para modernizar o sistema de captação de água no Rio Capivari, que terá reservação ampliada”, afirmou o prefeito Dario Pacheco.

Todos os vereadores concordaram com o projeto de aquisição da Represa IV. Eles apontaram, em seus discursos, que ampliar a oferta de água para a população é fundamental e que o novo manancial de água vai contribuir para ampliar a segurança hídrica na cidade.

“Em 1979, quando foram construídas as represas II e III, a cidade possuía cerca de 15 mil habitantes, agora ultrapassamos 80 mil. É um momento histórico para a cidade”, garantiu dr. Dario.

A Prefeitura já conseguiu a outorga de 40 m³/h do DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica) para captação de água no local. A autorização foi publicada no Diário Oficial do Estado no dia 2 de abril e irá contribuir para o abastecimento da ETA 2, que atende atualmente 21.059 habitantes.

Segundo o superintendente da Sanebavi, Jaderson Spina, a nova represa possui 152.500m³, conforme batimetria realizada em 2020, capacidade equivalente a 92% da Represa I (165.500 m³), 52% da Represa II (291.800 m³) e quatro vezes maior que a Represa III (40.000m³).

A represa já foi utilizada pelo município, de forma emergencial, nos cenários de estiagem em 2014 e, mais recentemente, em 2020 e 2021, o que evitou que a região da Capela fizesse parte do rodízio preventivo de água adotado no ano passado pela Sanebavi. De acordo com o projeto aprovado na Câmara, a Prefeitura vai adquirir a área por R$ 4,2 milhões, a serem pagos com recursos municipais.