Sanebavi realiza manutenção e testes para recuperar poços profundos municipais

Prefeitura de Vinhedo e Sanebavi realizam uma série de ações para ampliar a oferta de água
8 de outubro de 2021
ATENÇÃO – A Sanebavi informa que em função da proximidade com a faixa de divisa, algumas residências dos bairros citados podem ter alteração no SETOR do rodízio
14 de outubro de 2021

Duas novas unidades estão sendo revisadas esta semana; trabalho será executado em todos os poços para aumentar a oferta hídrica

A Sanebavi segue empenhada nos trabalhos de manutenção e recuperação dos poços profundos municipais para aumentar a oferta de água à população. Esta semana, o serviço está sendo feito em dois poços desativados, um localizado no bairro São Matheus e outro na Vila João XXIII, ambos sem atividades há mais de cinco anos.

O trabalho inclui limpeza, teste de vazão, elaboração de relatório técnico com análise de qualidade e avaliação das estruturas. “Com isso será possível verificar as condições das unidades e a viabilização para que voltem a operar o mais breve possível, aumentando a disponibilidade hídrica para o abastecimento da população neste período crítico”, afirma Jaderson Spina, superintendente da Sanebavi.

Dos 22 poços públicos existentes em Vinhedo, 12 estão ativos e contribuem para o abastecimento da cidade e outros 10 estão em desativação temporária junto ao DAEE.

Todas as unidades passarão por manutenção para recuperar as condições originais de vazão e nível, para que seja possível ser explorada sua vazão máxima, uma vez que a contribuição dos poços profundos responde por uma parcela considerável do abastecimento público.

Ações

A Sanebavi tem trabalhado incansavelmente nos últimos meses em busca de alternativas para a ampliação da oferta de água. Além da manutenção dos poços, foram realizadas várias ações e melhorias em diferentes frentes, como a reforma da barragem do Rio Capivari e a substituição da bomba do recalque aumentando a eficiência; a substituição da bomba e motor do recalque de água bruta do São Joaquim; a ampliação da capacidade de bombeamento do recalque Pinheirinho; intensificação da operação caça-vazamentos para diminuição de perdas de água dos sistemas; contratação de empresa especializada para estudos de macrodrenagem que subsidiará projetos para a construção de novas represas e ampliação das existentes.

Além disso, no mês de junho foi instituído o decreto da Operação Estiagem 202, que exige o uso racional da água com proibições e multa ao desperdício. Também foi criada a Comissão de Enfrentamento da Estiagem composta por profissionais de diversos departamentos da autarquia que trabalham focados em novas possibilidades de fontes de recursos hídricos para o abastecimento da cidade.

Outra ação importante que vem sendo feira pela autarquia é a requisição, em caráter emergencial, de lagoas e reservatórios para contribuir com o sistema de abastecimento da cidade.

Tamanho da fonte
Contraste