Sanebavi avança com nova rede de esgoto para atender ao menos 10 bairros

Ampliação e modernização da ETE Pinheirinho vai dobrar capacidade de tratamento de esgoto
Operação Caça-Vazamento percorre bairros para detecção de perda de água tratada

Novo sistema beneficiará mais de 14 mil pessoas na região do Vista Alegre e vai garantir qualidade de vida e ganhos ambientais

A Sanebavi está avançando com as obras de implantação da nova rede coletora para captação do esgoto da região do Vista Alegre até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Pinheirinho. Nesta semana, a autarquia recebeu os tubos que integrarão o novo sistema. Com o dobro do tamanho dos antigos, 600 milímetros de diâmetro, o dispositivo vai adequar a rede para a carga de efluentes proveniente da região, que concentra ao menos 10 bairros, beneficiando mais de 14 mil pessoas.
“Estamos investindo forte em saneamento na nossa cidade, resolvendo antigos problemas que precisam de solução rápida e efetiva. Estamos trabalhando com compromisso para garantir uma destinação adequada do esgoto. Não existe desenvolvimento sem sustentabilidade”, afirmou o prefeito Dario Pacheco.
No novo interceptor, a Sanebavi está utilizando tubos em polietileno de alta densidade (PEAD), de alta resistência química à abrasão. Isso vai garantir segurança, aumentar a vida útil do sistema e reduzir a necessidade de manutenções. “Esse material é muito mais adequado, moderno e facilita o escoamento do esgoto. O fato de dobrarmos o diâmetro da tubulação assegura essa coleta independentemente da vazão”, explicou Guilherme Maziviero, diretor de ETE.
A antiga rede que está sendo substituída, além de insuficiente para o escoamento, era de manilha e estava obstruída, provocando refluxo do esgoto, inclusive no córrego existente na região. Segundo Jaderson Spina, superintendente da Sanebavi, a obra resolverá o escoamento de forma efetiva.
“Esse problema de transbordo do esgoto que vinha acontecendo há anos será resolvido em definitivo com a implantação do novo emissário”, afirmou Spina. Os bairros atendidos pelo novo sistema são Jardim Três Irmãos, Santa Claudina, Vista Alegre, Nova Vinhedo, Vila Fontaine, Di Treviso, Arco Íris, Viena I e II e Jd. São Matheus.
A obra emergencial, no valor de aproximadamente R$ 500 mil reais, está sendo custeada pela autarquia.