Vazamento não visível na rede interrompe o fornecimento de água para a parte alta da Capela

Nível baixo da represa exige o uso racional da água em Vinhedo
Sanebavi identifica vazamento não visível na rede e fornecimento de água para a Capela começa a ser normalizado no início da noite

Equipes da Sanebavi estão trabalhando desde o início da manhã desta quarta-feira, 22, na região do Jardim Palmares, para identificar as causas que estão deixando a parte alta da Capela sem água.

Como o reservatório de um milhão de litros do Jardim Florido não conseguiu recuperar o nível durante a madrugada, a Sanebavi está buscando com os profissionais do Departamento de Combate às Perdas e Controle de Água vazamentos não visíveis na rede de distribuição de água.

Na ação, estão sendo utilizados os aparelhos geofone eletrônico com sistema digital, com sensores em forma de tripé e pata de elefante e fone de ouvido estéreo e sensores de ruídos para identificação de vazamento.

Durante o trabalho será preciso realizar manobras na rede e a parte baixa da Capela também pode ser afetada com a falta de água. Tão logo o problema seja identificado, os profissionais da Sanebavi iniciarão o reparo para normalizar o abastecimento de água à população.