Vinhedo sedia reunião do Ministério Público sobre Poluição do Rio Capivari

Oficinas de Compostagem e Horta Orgânica continuam com inscrições abertas
15 de março de 2018
Grupo "Memórias de Vinhedo" visita estações de tratamento da Sanebavi
15 de março de 2018

Na manhã desta quarta-feira, 01,  Vinhedo foi sede da reunião mensal do grupo de trabalho instituído pelo Gaema/PCJ – Campinas (Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente) para tratar da poluição do Rio Capivari.  

 

O encontro, organizado pela Sanebavi,  aconteceu na sala de convenções do hotel Intercity e contou com a presença  do promotor   dr. Rodrigo Sanches Garcia e de representantes dos municípios de Jundiaí, Louveira, Vinhedo e de Campinas. Também participaram representantes da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo)  e da   Sanasa/Campinas.

 

Na pauta do dia, atendendo a solicitação do Ministério Público, o superintendente da Sanebavi, Danilo Ferraz, apresentou um levantamento com todas as propriedades e empreendimentos que estão constituídos na bacia do Rio Capivari em seu curso dentro do município de Vinhedo. O objetivo desse estudo foi detectar os fatores de risco e possíveis fontes de poluição do rio  “Com esse trabalho identificamos os pontos críticos e com o apoio do MP vamos elaborar e colocar em prática ações para diminuir possíveis danos ambientais nestas áreas”, afirmou Danilo Ferraz.

 

De acordo com a pesquisa feita pela Sanebavi, dentre as medidas necessárias para a preservação do Capivari está a implantação de infraestrutura sanitária para a coleta de esgoto em alguns  bairros da região do Trevo, assim como em condomínios e loteamentos abertos e fechados  que  ainda  são atendidos por fossa.  A mesma situação acontece na  região do Jd. Florido, Recanto Florido,  Santa Cândida e adjacências.

 

“A Sanebavi tem feito a sua parte e está sempre em busca de meios para disponibilizar infraestrutura para os locais que ainda não possuem  redes coletoras de esgoto.  A nossa meta é trabalhar para  atender todo o município e  para isso vamos batalhar  novas parcerias para captar fundos  junto aos governos Estadual e Federal”, afirmou o superintendente. 

 

Ainda dentro do eixo de discussões apresentado pela autarquia, o Distrito Industrial foi tema de debate devido a sua localização próxima ao rio Capivari. Neste local, a Sanebavi está realizando a implantação das redes de distribuição de água e de coleta de esgoto doméstico. Esse esgoto será direcionado para tratamento na ETE Capivari, que está em fase final das obras de ampliação do seu segundo módulo, previsto para entrar em operação dentro de poucos dias.

 

 

Para a próxima reunião, que será realizada na cidade de Campinas, o grupo vai ter a missão de apresentar ao promotor do Gaema, Rodrigo Sanches Garcia, um ‘checklist’ de todas as ações, no qual deve  constar  a fase atual de cada obra e as dificuldades encontradas para a implantação dos projetos em cada município.

 

Tamanho da fonte
Contraste