Trabalhos de pesquisa e detecção de vazamentos não visí­veis entram na fase final em Vinhedo

ERRATA Nº 04/2015.
15 de março de 2018
Sanebavi prossegue com os trabalhos de implantação das redes de água e esgoto no Distrito Industrial
15 de março de 2018

As ações colocadas em prática pela Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) no início do ano para reduzir os índices de perdas de água com os trabalhos de pesquisa e detecção de vazamentos não visíveis no município já estão na fase final das análises. 

 

O serviço já percorreu mais de 550 km de ramais e redes dos bairros e condomínios de Vinhedo e identificou mais de 350 registros com problemas de vazamento e vedagem, 80 vazamentos em cavaletes, redes e ramais com vazamentos, fraudes e hidrômetros com problemas.

 

“Vamos fazer também uma nova checagem nos pontos que passaram por manutenção para garantir que o problema não voltou a ocorrer. Esse trabalho será importante para garantirmos a eficácia do serviço realizado que nos ajudará a reduzir o índice de perdas em Vinhedo”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

O serviço está sendo realizado em todo o município após a assinatura de convênio junto ao FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) que repassou ao município R$ 2,6 milhões em recursos, com contrapartida de 15% do município, para serem investidos no combate às perdas e que incluem o serviço de pesquisa e detecção de vazamentos não visíveis e a adequação da rede de água na Nova Vinhedo.  

 

A adequação da rede de água na Nova Vinhedo está orçada vai substituir a rede em cimento amianto para tubos de PVC e de ferro fundido em uma extensão de 6.174 metros, diminuindo as perdas de água tratada ocasionados por vazamentos e melhorando a distribuição de água para a população. 

 

Neste projeto também está contemplado a reforma do reservatório de 800 mil litros da Nova Vinhedo. Depois que toda a rede for substituída, ele será esvaziado para ser reformado e impermeabilizado.   

 

“Outra obra importante que iremos realizar em Vinhedo para combater as perdas de água tratada é a substituição da rede adutora da estrada da Boiada. Mais uma vez fomos contemplados com recursos do FEHIDRO para executar esse serviço a partir do próximo ano”, afirma o prefeito Jaime Cruz.

 

Com mais esse projeto aprovado pelos Comitês PCJ/FEHIDRO, a Sanebavi irá substituir a rede adutora existente na estrada da Boiada, no trecho entre os reservatórios do sistema da Boiada e o reservatório Vinhas da Vista Alegre, em uma extensão total de 3.900 metros. A obra está orçada em R$ 5.396.000,65, com contrapartida de 16% do município. 

 

A nova rede adutora será em ferro fundido e irá substituir as adutoras antigas de 200 mm em PVC e a de 250 mm em cimento amianto, reduzindo as perdas ocasionadas por vazamentos. 

 

 

Tamanho da fonte
Contraste