Trabalhos de pesquisa e detecção de vazamentos não visí­veis vai percorrer a região da Capela

Construção da Estação de Tratamento de água São Joaquim – ETA 3
Ampliação da ETE Capivari

A Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) inicia na próxima semana os trabalhos de pesquisa e detecção de vazamentos não visíveis na região da Capela.  O trabalho está sendo realizado desde o início do ano para reduzir os índices de perdas de água em Vinhedo.

 

Neste período, foram analisados ramais e redes de água em mais de 400 km de ruas e avenidas do município. Entre os problemas identificados estão registros com problemas de vazamento e vedagem, vazamentos em redes e ramais, hidrômetros com problemas e suspeitas de ligação irregular. 

 

“Toda essa ação complementa o trabalho que estamos desenvolvendo em Vinhedo nos últimos anos para reduzir o índice de perdas. Quando identificamos um problema nossas equipes trabalham com rapidez para preservar a água”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

O serviço será executado em todo o município no prazo de 12 meses após a assinatura de convênio junto ao FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) que repassou ao município R$ 2,6 milhões em recursos, com contrapartida de 15% do município, para serem investidos no combate às perdas e que incluem o serviço de pesquisa e detecção de vazamentos não visíveis e a adequação da rede de água na Nova Vinhedo.   

 

“Nos últimos anos, estamos realizando uma série de ações e investindo em equipamentos e tecnologia para controlar as perdas físicas de água, combatendo as ações de fraudes e vazamentos não visíveis. Já iniciamos também a adequação da rede de água na Nova Vinhedo para garantir o abastecimento de água com qualidade para a população”, afirma o prefeito Jaime Cruz.

 

A adequação da rede de água na Nova Vinhedo prevê a substituição da rede em cimento amianto para tubos de PVC e de ferro fundido em uma extensão de 6.174 metros, diminuindo as perdas de água tratada ocasionados por vazamentos e melhorando a distribuição de água para a população. 

 

Neste projeto também está contemplado a reforma do reservatório de 800 mil litros da Nova Vinhedo. Depois que toda a rede for substituída, ele será esvaziado para ser reformado e impermeabilizado.