Sanebavi recebe 2,6 milhões de recursos do FEHIDRO

Sanebavi prossegue com as obras de construção da ETA 3
15 de março de 2018
Superintendente da Sanebavi acompanha fase final de testes na estação de tratamento de lodo da ETA 2
15 de março de 2018

 

Dois projetos elaborados pela Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) para melhorar o sistema de distribuição de água e intensificar o combate às perdas foram aprovados pelos Comitês PCJ (Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) para liberação de recursos oriundos do FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos).

 

Juntos, os dois projetos somam recursos de R$ 2.557.088,32 com contrapartida de 15% do município. 

 

“Nos últimos anos a Sanebavi vem realizando uma série de ações para garantir o abastecimento de água com qualidade para a população, investindo em equipamentos e tecnologia para controlar as perdas físicas de água, combatendo as ações de fraudes e vazamentos não visíveis. Todo esse trabalho vai ser intensificado com a aprovação desses projetos que vão permitir a implantação da operação caça vazamento em toda a cidade e a substituição da rede de água na Nova Vinhedo”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

A adequação da rede de água na Nova Vinhedo está orçada em R$ 2.033.942,56 e prevê a substituição da rede em cimento amianto para tubos de PVC e de ferro fundido em uma extensão de 6.174 metros, diminuindo as perdas de água tratada ocasionados por vazamentos e melhorando a distribuição de água para a população.      

 

“Com o nível dos mananciais da nossa região no limite já se busca alternativas para aumentar a vazão de água para as cidades das Bacias PCJ a partir do próximo ano. No entanto, somente isso não é suficiente se o trabalho de combate às perdas não for realizado. Em Vinhedo, trabalhando com seriedade nós conseguimos reduzir um índice que estava em 47%, no início de 2009 para 30%, em 2012. E esse indicador deve cair ainda mais com esse serviço de pesquisa e detecção de vazamentos que vamos realizar em toda a cidade”, afirma o prefeito de Vinhedo, Milton Serafim.

 

 

Recursos do PAC também são liberados

 

Além da liberação dos recursos do FEHIDRO, a Sanebavi obteve a liberação de R$ 27 milhões em recursos do Ministério das Cidades, por meio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para serem investidos em abastecimento de água e esgotamento sanitário. 

 

Na mesma semana, Vinhedo foi contemplada com recursos na faixa de R$ 30 milhões que vão proporcionar um grande desenvolvimento para o município nos próximos anos.

 

O projeto de esgotamento sanitário vai expandir a rede coletora de esgoto para o Distrito Industrial, Altos do Morumbi, Santa Claudina, Buracão e São Joaquim em uma extensão de 19 km, além de construir 6 estações elevatórias e emissários de esgoto para atender esses bairros. 

 

O projeto voltado para o abastecimento de água vai permitir a ampliação da estação de tratamento de água do Jardim Santa Cândida, aumentando a capacidade de tratamento para 125 l/s, e a expansão da rede de distribuição em uma extensão de 8.121,43 metros para o Distrito Industrial  que será atendido pela ETA 3 em construção no São Joaquim. 

 

 

Tamanho da fonte
Contraste