Sanebavi realiza pesquisa sociofamiliar nos bairros beneficiados com recursos do PAC

Superintendente da Sanebavi confere fase final das obras de construção da ETA São Joaquim
15 de março de 2018
Prefeito Jaime Cruz e Superintendente da Sanebavi acompanham andamento das obras em saneamento
15 de março de 2018

Os bairros que serão beneficiados com obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário com recursos do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) que somam recursos na faixa de R$ 27 milhões, estão recebendo a visita da equipe de assistência social da Sanebavi para identificação do perfil socioterritorial dessas regiões. 

 

A pesquisa sociofamiliar será realizada até o mês de fevereiro e é pré-requisito do diagnóstico socioterritorial para os empreendimentos que serão realizados nesses bairros. As entrevistas estão sendo feitas das 8h às 13h30 pelos profissionais identificados com colete e crachá da empresa.

 

“Essa pesquisa é importante porque ajudará na identificação do perfil social dos moradores que residem no bairro ou região que será beneficiado com os recursos do PAC. A partir daí, vai ser possível propor ações e projetos para o desenvolvimento desses moradores, por isso, é fundamental que todos que forem visitados pela nossa equipe respondam o questionário”, explica o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

O questionário é bem simples, e possui perguntas, por exemplo, sobre a composição familiar, grau de escolaridade, situação habitacional e infraestrutura do bairro. São perguntas objetivas que levam cerca de cinco minutos para serem respondidas. 

 

Além das pesquisas de campo que serão realizadas, os moradores dessas áreas também poderão encaminhar sugestões à Sanebavi por meio do site www.sanebavi.com.br, no link fale conosco.

 

“Além de proporcionarmos uma melhoria da qualidade de vida dessa população, esses investimentos serão positivos para atrair novas empresas para o município, contribuindo para a geração de empregos e renda em Vinhedo”, afirma o prefeito Jaime Cruz.

 

Detalhes do investimento 

 

Os recursos na faixa de R$ 27 milhões liberados após a assinatura de convênio com a Caixa serão aplicados na implantação de 19 km da rede coletora de esgoto doméstico do Distrito Industrial, na construção de estações elevatórias e emissários de esgoto para os bairros Altos do Morumbi, Colinas de São Diego, Vila Fontaine e São Joaquim, além da ampliação da estação de tratamento de água do Jardim Santa Cândida (ETA 2) e da expansão da rede de distribuição para o Distrito Industrial que será abastecido pela ETA 3 em construção no São Joaquim.  

 

O projeto de esgotamento sanitário doméstico para o Distrito Industrial atende uma exigência da CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) que vem cobrando das empresas instaladas o tratamento do esgoto.

 
Tamanho da fonte
Contraste