Sanebavi prossegue com as obras de construção das estações de tratamento de lodo

‘Projeto Escola’ recebe alunos de Campinas na ETE e ETA
Obras das estações de tratamento de lodo

As obras de construção das estações de tratamento de lodo já estão em fase avançada e as unidades devem entrar em operação até o fim deste ano na ETA 1, na Vila Planalto e na ETA 2, no jardim Santa Cândida.

A construção dessas estações reflete a preocupação da Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) com a preservação do meio ambiente e com as futuras gerações do município.

Todo o lodo gerado após o tratamento da água será desidratado e terá a destinação correta, evitando assim, a contaminação dos rios.

Na estação de tratamento de água da Vila Planalto, o prédio que vai abrigar duas centrifugas com capacidade para desidratar 14.000 litros por hora de lodo já recebeu o madeiramento para o telhado e as paredes estão sendo rebocadas.

Já na estação de tratamento de água Santa Cândida, as paredes do prédio estão sendo fechadas antes de receber a cobertura.  A ETA 2 vai receber uma centrífuga com capacidade para desidratar 10.000 litros de lodo por hora.

Nas duas estações ainda vai ser feito a interligação dos equipamentos ao reservatório, tanque de adensamento e estação de tratamento de água.

Após a inauguração das duas ETL’s parte da água eliminada do lodo no processo de desidratação deverá ser recirculada para a entrada da ETA para tratamento, minimizando o desperdício de água captada.

Já o lodo, desidratado, poderá ir para aterro sanitário adequado ou ser utilizado em cerâmicas na fabricação de tijolos. A incorporação do resíduo em outros processos é importante para o meio ambiente, pois o que era tratado como lixo servirá como matéria prima em outro processo.