Representantes da Sanebavi , São Joaquim e MP se reúnem para elaboração de TAC

Sanebavi entrega ampliação da ETE Capivari neste sábado, 18
15 de março de 2018
15 de março de 2018

 

Na tarde da terça-feira (21), representantes da Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) e do Condomínio São Joaquim estiveram reunidos com o promotor de Justiça de Vinhedo, dr. Rogério Sanches Cunha  para discutir a elaboração de um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta. O documento vai nortear as ações que devem ser adotadas pela autarquia para minimizar o impacto ambiental e eventuais incômodos ou danos aos moradores do entorno da  Estação de Tratamento de Água (ETA 3 Capivari), em construção dentro do condomínio.

 

Durante a reunião foram discutidos diversos pontos e reivindicações para acordo entre as partes e esses itens deverão constar na redação final do TAC, que será concluída em poucos dias.

 

Adiantada nesta questão, a Sanebavi já tem em andamento um estudo de ruído para a elaboração do projeto paisagístico com isolamento acústico para todo o perímetro da Estação. O objetivo da autarquia é criar uma barreira acústica para impedir a propagação do som produzido pelos equipamentos em operação na ETA, para que os moradores mais próximos das instalações não tenham prejuízos.

 

De acordo com o superintendente da Sanebavi, Danilo Ferraz, o sistema de isolamento acústico por meio de paisagismo será apresentado para aprovação da Comissão do Condomínio São Joaquim “Estamos realizando um trabalho em conjunto para  atendermos as expectativas dos moradores no que diz respeito ao paisagismo e também a emissão de ruídos”, disse.

 

 

O aspecto visual das instalações é outro item previsto no projeto “Mais do que promover o conforto auditivo para os moradores do entorno da ETA 3, vamos  através do paisagismo e pintura, integrar a estrutura ao residencial,  causando o mínimo possível  de interferência visual”, afirma Danilo Ferraz.

Tamanho da fonte
Contraste