Projetos das obras de R$ 27 milhões em saneamento continuam em adequação

Construção da ETA 3 – São Joaquim
Sanebavi divulga Rodizio de Fornecimento de água em Vinhedo

 

Os projetos desenvolvidos pela Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) para serem investidos em obras de saneamento e que somam recursos na faixa de R$ 27 milhões, com contrapartida de 15% do município, continuam sendo adequados para que depois possam ser elaborados os processos licitatórios para a execução das obras.

 

Todo o processo de adequação está sendo conduzido pela Sanebavi com a atualização das planilhas de custo de cada obra que foi aprovada pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do Governo Federal.

 

“Tudo o que foi proposto há quase dois anos para os projetos de abastecimento de água e esgotamento sanitário está sendo checado e atualizado para que possamos iniciar os processos licitatórios em ordem, contribuindo depois, para que as obras possam ser executadas com mais agilidade”, explica o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.                

 

Concluída essa etapa de revisão o processo licitatório levará cerca de dois meses para ser finalizado. Após a escolha das empresas vencedoras as ordens de serviços podem ser expedidas para o início das obras.

 

O recurso liberado para Vinhedo será utilizado na implantação de 19 km de rede coletora de esgoto doméstico no Distrito Industrial e demais bairros contemplados no projeto , na construção de estações elevatórias e emissários de esgoto para os bairros Altos do Morumbi, Colinas de São Diego, Vila Fontaine e São Joaquim, além da ampliação da estação de tratamento de água do Jardim Santa Cândida (ETA 2) e da expansão da rede de distribuição para o Distrito Industrial que será abastecido pela ETA 3 em construção no São Joaquim,  beneficiando, cerca de 20 mil pessoas que vivem ou trabalham nesses locais.  

 

“Vinhedo é uma das raras cidades no Brasil a tratar 100% do esgoto coletado e, agora, com estes investimentos, caminha para chegar a 100%, também, do esgoto coletado. Temos que lembrar também que, o projeto de esgotamento sanitário doméstico para o Distrito Industrial atende uma exigência da CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) que vem cobrando das empresas o tratamento do esgoto. Todo esse investimento vai trazer um grande benefício para todos”, afirma o prefeito de Vinhedo Jaime Cruz.

 

Detalhes do investimento

 

Esgotamento Sanitário: Redes, emissário de esgoto e estação elevatória no Distrito Industrial; estação elevatória e linha de recalque no São Joaquim; redes de esgotamento sanitário no Altos do Morumbi, Colinas de São Diego, Vila Fontaine e Santa Claudina. Estação elevatória e linha de recalque Colinas São Diego; estação elevatória e linha de recalque Santa Claudina.

 

Abastecimento de Água: Ampliação da ETA 2 (Santa Cândida) estação elevatória de água tratada; sistema de distribuição de água potável para o Distrito Industrial com rede de distribuição de água tratada, estação elevatória de água tratada, adutora de água tratada e reservatória de água tratada.

 
Tamanho da fonte
Contraste