Prefeitura e Sanebavi assinam contrato do PAC e devem receber aproximadamente R$ 11 milhões

Sanebavi prossegue com lavagem de reservatórios de água
15 de março de 2018
Região da Capela pode ficar sem água neste fim de semana
15 de março de 2018

Na última sexta-feira, 16, o prefeito de Vinhedo, Milton Serafim, acompanhado do Secretário de Obras, Augusto Braccialli, o Gerente de Convênios Bruno Dorigon, e o Superintendente da Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) Odair Seraphim – Canjica -, estiveram reunidos na sede da Caixa Econômica Federal, em Campinas para a assinatura do contrato de repasse de verba do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento), que destinou o valor não reembolsável de R$ 4.948.166,68 para a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto – ETE Capivari e R$ 6.000.000,00 para a construção da Estação de Tratamento de Água III, que será localizada na captação de água do Condomínio São Joaquim. O município recebeu aproximadamente R$ 11 milhões para o investimento nessas duas obras de saneamento em Vinhedo.

Para o Prefeito Milton Serafim esse é mais uma obra importante para a cidade: “Esse investimento, somado às nossas outras obras tem como objetivo proporcionar mais saúde para a população”, afirma.
Para o superintendente da Sanebavi, Canjica, a assinatura desse contrato é mais uma conquista para o município. “O valor vindo do PAC 2 é fundo perdido e irá beneficiar a área de saneamento na nossa cidade, além da qualidade de vida da população. É um salto enorme para Vinhedo”, disse Canjica.
A autarquia está no aguardo da publicação da Caixa Econômica Federal no ‘Diário Oficial da União’ para iniciar o processo licitatório.
Mais sete cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) também receberam a verba: Americana, Engenheiro Coelho, Hortolândia, Nova Odessa, Pedreira, Sumaré e Valinhos.
 
Ampliação da ETE Capivari
 
O município de Vinhedo se divide em duas bacias principais: a do Córrego Pinheirinho e a do Rio Capivari. O efluente gerado pela população da bacia do Pinheirinho é tratado na ETE Pinheirinho e corresponde a 60% de tratamento total gerado pela cidade. A outra parte corresponde à bacia do Capivari que será tratada na ETE Capivari, estação que será inaugurada oficialmente no dia 1 de outubro.
De acordo com o superintendente da Sanebavi, Canjica, atualmente a ETE Capivari tem capacidade para atender 20.600 habitantes. Nesta primeira fase beneficia todos os bairros que compreendem a região da Capela. Com a segunda etapa beneficiará também todo o Condomínio Marambaia, São Joaquim, Sol Vinhedo e Distrito Industrial. Somente o Distrito conta com uma população em torno de 11.000. “Com a ampliação, a ETE Capivari terá mais capacidade para tratar o esgoto gerado. A contribuição desse tratamento para o meio ambiente é muito significativa.” Conta Canjica.
A ETE Capivari é responsável pelo tratamento de 40% do esgoto gerado, com isso a Sanebavi promoveu a universalização do tratamento de todo esgoto gerado, ou seja, 100% de tratamento de todo efluente coletado.
 
Construção da ETA III
 
Atualmente o município conta com duas ETA’s em operação a ETA Planalto e a ETA Santa Cândida. A ETA III será implantada no Condomínio São Joaquim e será composta de uma captação de 200 l/s. A ETA será dividida em dois módulos de 100 l/s cada. Além, de uma Estação de Tratamento de Lodo. “O novo sistema pretende racionalizar a forma de captação, tratamento e distribuição de água tratada com o objetivo de desafogar as ETA’s existentes e funcionar com eficiência”, disse Canjica.
A obra beneficiará aproximadamente 30 mil habitantes, cerca de 7.500 famílias. 
Tamanho da fonte
Contraste