Prefeito Jaime Cruz e Superintendente da Sanebavi visitam poços que passaram a ser propriedade de Vinhedo

Visita da Escola Francisco Ponzio Sobrinho nas estações de tratamento de água e esgoto de Vinhedo
15 de março de 2018
Segundo módulo de tratamento da ETE Capivari segue em testes
15 de março de 2018

O prefeito de Vinhedo, Jaime Cruz, e o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica, visitaram nesta quarta-feira, 28, os poços profundos do município que foram perfurados em 1999 para complementar o abastecimento de água para a cidade e após o fim do prazo de concessão de 15 anos, passaram, desde o dia 20, a ser de propriedade do município. 

 

Espalhados por diversos bairros de Vinhedo, os poços são responsáveis por 14,15% de toda a água distribuída para o consumo da população, considerando toda a água produzida nas duas estações de tratamento de água e nos onze poços em operação. Para três bairros, São Thomé, Jardim Miriam e Santa Fé, eles são responsáveis por 100% da água distribuída.  

 

“Os poços profundos são de suma importância para complementar o abastecimento de água para o município. Nos nove primeiros meses deste ano, os poços produziram mais de 690 milhões de litros de água, uma média 76.754 m³/mês”, afirma o Prefeito de Vinhedo, Jaime Cruz. 

 

Em meio à crise hídrica que vem afetando todos os municípios do Estado de São Paulo com o baixo nível dos mananciais e a dificuldade em captar água bruta para tratamento, Vinhedo está conseguindo enfrentar esse período crítico por causa da contribuição dos poços profundos existentes no município. 

 

Por isso, está nos planos da Sanebavi fazer estudos para perfurar novos poços na região da Capela para aumentar as fontes de água para a região e colocar em atividade outros quatro poços que possuem outorga, mas que estão inativos.  

 

“Vamos colocar os poços que estão inativos na Vila Lourenção, Vila Santana, Pinheirinho e Jardim Primavera em funcionamento para complementar o abastecimento de água para a população. Em alguns desses locais também teremos condições de construir fontes para que a população possa retirar a água para consumo como ocorre, por exemplo, no poço do Aquário” explica o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica. 

 

Qualidade da água

 

A água produzida pelos poços profundos também atendem a todos os padrões de qualidade estabelecidos pela Portaria 2914/11, do Ministério da Saúde, que estipula os parâmetros para a água ser considerada potável para o consumo humano.  

 

Semanalmente, a Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) realiza testes físico-químico e biológico dá água coletada para garantir que a população receba um produto com qualidade ao abrir a torneira. 

 

Decisão do Superior Tribunal de Justiça

 

O contrato de prestação de serviços de perfuração de poços e exploração de águas subterrâneas de Vinhedo foi considerado legal, do ponto de vista jurídico e operacional pelo Superior Tribunal de Justiça em decisão unânime divulgada no último dia 15.  

 

Com a decisão, a ação popular de 1999, movida por uma moradora de Vinhedo que pedia a suspensão do contrato com a então empresa Constrólli, hoje Águas de Vinhedo, foi julgada improcedente pelos Ministros Benedito Gonçalves, Sérgio Kukina (Presidente), Regina Helena Costa e Olindo Menezes (Desembargador Convocado do TRF 1ª Região) e do relator Ministro Relator Napoleão Nunes Maia Filho.

 

Na decisão, o relator aponta que o recurso especial, por unanimidade, foi aceito, estabelecendo a sentença de 1º grau que decretou a improcedência da ação popular.

 

“Nós sempre defendemos a importância dos poços no sistema de captação e distribuição de água para Vinhedo, principalmente neste momento de estiagem que vivemos no Estado”, afirma o prefeito Jaime Cruz. 

 

 

Tamanho da fonte
Contraste