Prefeito Jaime Cruz divulga medidas e ações para melhorias no abastecimento de água da cidade

Construção da ETA 3 – São Joaquim
15 de março de 2018
Sanebavi divulga Rodizio de Fornecimento de água em Vinhedo
15 de março de 2018

 

Autorização para requisitar, administrativamente, recursos hídricos particulares, em destaque lagoas e nascentes, com o objetivo de atender às necessidades gerais e pontuais de Vinhedo; instalação de mais redutores de vazão de água nas escolas municipais, como forma de controle de desperdício e, ainda, contribuindo para a sustentabilidade ambiental, já que, nestes espaços, entre alunos, professores e pais, passam diariamente cerca de 12 mil pessoas; suspensão das atividades nas piscinas públicas, a partir de segunda-feira, por 30 dias, incluindo a estrutura de vestiários, como forma, também, de racionamento; e nomeação da Comissão de Gestão de Crise de Abastecimento Hídrico de Vinhedo. 

 

Estas são algumas das ações anunciadas pela Prefeitura de Vinhedo, após o decreto nº 216, assinado pelo prefeito Jaime Cruz ontem, dia 15, que estabelece situação de Emergência após a necessária interrupção da captação de água no Rio Capivari, anunciada ontem pela manhã, por conta da alta concentração de poluentes no Rio, que é um dos principais mananciais de Vinhedo.

 

 “Ontem mesmo, no final da tarde, nos reunimos para estabelecer os planos de ação com este decreto. A necessária interrupção na captação de água do Capivari resulta numa redução na água produzida pelo sistema da ETA 1, na Vila Planalto, atingindo boa parte dos bairros da cidade. Assim, para evitar a necessidade limite de implantar um rodizio, estabelecemos estas medidas que vamos analisar, passo a passo, por meio da Comissão de Gestão de Crise, como mais uma ação que somam-se às já realizadas pela Prefeitura desde o final de 2013, quando anunciamos o racionamento na cidade, sem contar as obras em andamento (quadro abaixo).  Mas é importante afirmar que assim que reduzir o nível de poluição no Rio Capivari, o que esperamos ser breve, voltaremos a captar água no local”, comentou o prefeito Jaime Cruz.

 

 A Sanebavi – Saneamento Básico Vinhedo, autarquia responsável pelo gerenciamento da água na cidade, esclarece que as medidas que estão sendo tomadas seguem as diretrizes estabelecidas pela Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí – a Agência Reguladora PCJ. 

 

“É natural que com a redução do volume de água tratada, também estaremos diminuindo em toda a cidade a distribuição, como consequência da impossibilidade de captação de água no Rio Capivari, pelo alto grau de poluentes. Entretanto, estas medidas evitam o desabastecimento em longa escala na cidade. Ainda, é importante lembrar que está garantido o abastecimento de água aos serviços essenciais da cidade, como unidades básicas de saúde, escolas, unidades de pronto atendimento, como UPA e PA Capela e creches. Já estamos, também, analisando lagos particulares da cidade que, pelo decreto, teremos condições de captar água para amenizar o déficit de água potável para fornecimento à população”, afirmou o superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim – Canjica.

 

 O Comitê de Gestão de Crise é formado pelo Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim – Canjica, que presidente o Comitê; o secretário de Negócios Jurídicos, dr. Elvis Tomé, secretário da Comissão; o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Gilberto Lorenzon; o secretário de Governo, Eliazar Ceccon; o secretário de Indústria, Comércio e Agricultura, José Pedro Cahun; o secretário de Saúde, José Luis Bernegossi; e o secretário de Transportes e Defesa Social, Toninho Falsarella. 

 

Ainda após a reunião de ontem, o Comitê se reuniu com o secretário de Esportes e Lazer, Gustavo Zampieri – Tubarão, para comunica-lo sobre a necessidade da suspensão das atividades nas piscinas públicas

 

Outras ações e obras

 

 Continuam em andamento obras importantes que se somam a este novo pacote de ações anunciados pelo prefeito Jaime Cruz. O reservatório com capacidade para armazenar 2 milhões de litros de água tratada está em construção na Estrada da Boiada e irá ser responsável por atender 20 bairros de Vinhedo. 

 

Também em obras está a 3ª Estação de Tratamento de Água no São Joaquim e, em breve, serão iniciadas também obras de ampliação da 2ª Estação de Tratamento de Água – a ETA 2, no Santa Cândida. A Sanebavi, também, intensifica as obras que tem como objetivo a troca de rede, já realizada na cidade em mais de 50 km, que possibilitam a redução na perda de distribuição de água à população. 

 

Boatos

 

 Durante todo a quinta-feira, em aplicativos de celulares e redes sociais, circularam informações inverídicas sobre a interrupção de fornecimento de água na cidade de Vinhedo. A Prefeitura lamenta atitudes como essa e pede a população que, caso tenham dúvidas sobre a situação hídrica da cidade, que procurem a Sanebavi, pelo telefone 3876-9880, ou acompanhem as informações trazidas no site da Prefeitura, www.vinhedo.sp.gov.br, e ainda pela página oficial no Facebook, www.facebook.com/curtavinhedo. 

 

Reunião com Promotoria

 

O prefeito Jaime Cruz se reuniu na tarde desta quinta-feira com o promotor de Justiça de Vinhedo, dr. Rogério Sanches Cunha, e, ao lado do superintendente da Sanebavi, Canjica, apresentou detalhes do decreto de requisição, bem como as ações relativas a implantação dos redutores de vazão de água nas escolas e a suspensão das atividades nas piscinas, sem contas as obras em andamento na cidade. Também foram discutidos protocolos que serão adotados para integrar, ainda mais, a sociedade civil e o poder público em ações de conscientização e o uso racional da água. 

 

 

 

Tamanho da fonte
Contraste