ONU pede cooperação no Dia Mundial da água

ETA 2
15 de março de 2018
Sanebavi distribuirá comunicado sobre o novo modelo da conta de água que será implantado a partir de maio
15 de março de 2018

 

Celebrado mundialmente desde 22 de março de 1993, o Dia Mundial da Água foi recomendado pela ONU durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Eco-92.

 

Desde então as celebrações ao redor do globo terrestre acontecem a partir de um tema anual, definido pela própria ONU, com o intuito de abordar os problemas relacionados aos recursos hídricos.

 

Para 2013 a ONU definiu o tema "Cooperação pela Água" para marcar as celebrações e o Brasil, que instituiu seu Dia Nacional da Água em 2003, aderiu à proposta, como forma de incentivar a troca de experiências e a busca por soluções.

 

A água é vital para a manutenção da vida, do bem estar e para o desenvolvimento social e econômico, mas as fontes do planeta são limitadas. Em todos os cenários, lidar com água demanda colaboração.

 

É apenas por meio da cooperação que poderemos no futuro obter sucesso ao gerenciar nossas fontes finitas e frágeis de água, que estão sob crescente pressão exercida pelas atividades de uma população mundial em crescimento que já ultrapassa sete bilhões de pessoas.

 

Por isso, em dezembro de 2010, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou 2013 o Ano Internacional das Nações Unidas da Cooperação pela Água e designou a da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para coordenar as ações do
Dia Mundial da Água.

 

Outros temas

 

Anualmente a ONU define um tema para promover a reflexão em torno das problemáticas e a proposição de soluções. Veja abaixo um pouco do que já foi abordado no Dia Mundial da Água:

 

Água e Segurança alimentar

 

Água para as cidades: respondendo ao desafio urbano

 

Água limpa para um mundo saudável

 

Águas transfronteiriças

 

Saneamento

 

Lidando com a escassez de água

 

 

Fatos e números relacionados ao Dia Mundial da Cooperação pela Água

 

85% da população mundial vivem na metade mais seca do planeta.

 

780 milhões de pessoas não têm acesso à água limpa e quase 2,5 bilhões não têm acesso a
saneamento adequado.

 

De seis a oito milhões de pessoas morrem anualmente em decorrência de desastres e
doenças relacionados à água.

 

O crescimento da população global previsto de 2-3 bilhões de pessoas nos próximos 40
anos, combinado a mudanças de alimentação, resulta em um aumento de demanda por
alimentos projetado em 70% até 2050.

 

Com o aumento esperado da população, até 2030, a demanda por alimentos deve
aumentar em 50% (70% até 2050), enquanto a demanda por energia
hidrelétrica e de outras fontes renováveis aumentará em 60%. 

 

A disponibilidade de água deve diminuir em várias regiões. No entanto, estima-se que o
consumo global de água na agricultura deve aumentar por volta de 19% até 2050, e será
ainda maior caso não haja progresso tecnológico ou intervenção de novas políticas.

 

Água para irrigação e produção de alimentos constitui uma das maiores pressões sobre os
recursos hídricos. A agricultura é responsável por mais ou menos 70% da retirada de
água doce global (até 90% em algumas economias em crescimento acelerado).

 

Fonte: UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura)
 

Tamanho da fonte
Contraste