ETE Capivari: Vinhedo chega a marca de 100% de esgoto coletado e tratado

Sanebavi controla rompimento de adutora na Estrada da Boiada
15 de março de 2018
Mais de 700 hidrômetros são trocados no Condomí­nio Marambaia
15 de março de 2018

 

""Com a finalidade de preservar o meio ambiente e proteger a saúde pública o município finalizou a nova Estação de Tratamento de Esgoto – ETE Capivari – que está localizada no Distrito Industrial e no momento trabalha em fase de testes. Ela é responsável pela coleta e tratamento de 40% do esgoto produzido em Vinhedo. Os outros 60% é tratado pela ETE Pinheirinho.
De acordo com o superintendente da autarquia, Odair Seraphim, (Canjica), a nova estação vai contemplar 50% da população, ou seja, 33 mil pessoas. “O lançamento do esgoto urbano é um dos maiores fatores de degradação da qualidade da água, além de serem poluidores dos rios, lagos e mares do país e por esta razão a coleta e tratamento de esgoto é essencial para preservação do meio ambiente e qualidade de vida da população”, aponta Canjica.
 
Beneficiados
 
Os beneficiados com a obra serão todos os bairros localizados na bacia do Capivari, como a região da Capela (Vila Savian, Jd. Bela Vista I e II, Vida Nova I, II e III, Jd. Palmares, Jd. Von Zuben e Eldorado), e com a futura implantação da rede coletora os condomínios Marambaia e São Joaquim, Altos do Morumbi e Distrito Industrial.
 
Estação de Tratamento de Esgoto
 
O tratamento de esgoto é um processo o qual os componentes poluidores são separados da água para ela ser devolvida limpa aos córregos. A estação é a unidade operacional do sistema de esgotamento sanitário que através de processos físicos, químicos ou biológicos removem as cargas poluentes do esgoto, devolvendo ao ambiente o produto final, efluente tratado, em conformidade com os padrões exigidos pela legislação ambiental. Numa ETE as águas residuais passam por vários processos de tratamento com o objetivo de separar ou diminuir a quantidade da matéria poluente da água.
 
O tratamento
 
“A nova estação será operada para atingir eficiência operacional acima de 97% e no futuro próximo atender a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) 357”. A tecnologia de tratamento é realizada por lodos ativados por aeração prolongada, pelo sistema biológico aeróbio”, explica Carlos Alexandre Carletti, diretor da Sanebavi.
 

 

Tamanho da fonte
Contraste