ETE Capivari tem base do segundo tanque concretada

Sanebavi prossegue com a construção das Estações de Tratamento de Lodo
15 de março de 2018
Rede adutora de água tratada começa a ser instalada na ETA 3
15 de março de 2018

As ferragens instaladas nas laterais e no solo que vão servir como base para a construção do segundo tanque de aeração da ETE Capivari foram concretadas em mais de oito horas de trabalho, no último sábado, dia 1° de dezembro.

 

Para cobrir a área do novo módulo da estação foram utilizados 544 m³ de concreto, o equivalente a 68 caminhões carregados. O tanque de aeração, assim como o primeiro tanque já em funcionamento, terá 40x40m² com paredes de 4 metros de altura.

 

Agora os trabalhos se concentram na instalação das ferragens para permitir a construção, por etapas, da parede do tanque.

 

Desde o início das obras de ampliação da ETE Capivari, inaugurada há pouco mais de um ano, os trabalhos não param. O primeiro local a ficar pronto foi o tanque de contato. As paredes do tanque foram construídas logo após a concretagem da base.

 

O flotador também já teve a sua base concretada.

 

“A ampliação da ETE Capivari reflete a preocupação da Sanebavi com o tratamento de esgoto para os próximos anos. Com mais um módulo de tratamento vamos beneficiar o Distrito Industrial, Marambaia, São Joaquim e Sol Vinhedo, além do futuro crescimento da região da Capela”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica. 
 
 

Em 2011 Vinhedo atingiu o índice de 100% de esgoto coletado tratado depois da inauguração da ETE Capivari. E para manter esse índice nos próximos anos é fundamental aumentar a capacidade de tratamento.

 

Ampliação que também vai trazer uma grande melhora sanitária e ambiental dos cursos d’água existentes dentro do município e principalmente do Rio Capivari.

 

O custo total da ampliação está orçado em R$ 4.555.266,83. Verba destinada integralmente pelo PAC 2, o Programa de Aceleração do Crescimento, do Governo Federal.

 

Tamanho da fonte
Contraste