ETE Capivari será inaugurada oficialmente em outubro

Sanebavi prossegue com lavagem de reservatórios de água
15 de março de 2018
Região da Capela pode ficar sem água neste fim de semana
15 de março de 2018
Garantir a coleta e o tratamento de 100% do esgoto gerado no município é a meta alcançada por Vinhedo com a nova ETE Capivari (Estação de Tratamento de Esgoto – Capivari), localizada no Distrito Industrial. Ela opera em fase final de testes e será inaugurada oficialmente no dia 1º de outubro. A estação tratará 40% do efluente gerado na cidade, sendo a ETE Pinheirinho, localizada no bairro São Thomé, responsável pelo tratamento de quase 60% e a ETE Hípica Santa Cândida pelo tratamento do esgoto gerado no Condomínio Hípica II. No mês de agosto em operação de testes a nova estação tratou 66.131m³ de efluente bruto e gerou 130 toneladas de lodo biológico.
De acordo com o superintendente da Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) Odair Seraphim (Canjica), a estação foi projetada inicialmente para contemplar 20.600 contribuintes. “No primeiro momento operamos atendendo toda a região da Capela, após o término da implantação de rede de esgoto e a ligação dele aos interceptores também serão beneficiados o Condomínio Marambaia, São Joaquim, Sol Vinhedo e o Distrito Industrial”, explica Canjica.
A ETE é a unidade operacional do sistema de esgotamento sanitário que através de processos físicos, químicos e biológicos removem as cargas poluentes do esgoto devolvendo ao ambiente, no caso o Rio Capivari, o produto final – efluente tratado – em conformidade com os padrões exigidos pela legislação ambiental. “A ETE Capivari conta com equipamentos de alta tecnologia que são responsáveis pelo tratamento com o método de sistema de lodo ativado por aeração prolongada, que consiste no tratamento mais indicado”, conta Canjica.
 
Beneficiados
Os beneficiados com a obra serão todos os bairros localizados na bacia do Rio Capivari, como a região da Capela. Em breve, com a futura implantação da rede coletora: Distrito Industrial, além dos condomínios Marambaia, São Joaquim e Sol Vinhedo.
 
 
Meio Ambiente
Valorizando a preservação do meio ambiente a Sanebavi mantém e cuida da Área de Proteção Permanente (APP) localizada no interior da ETE Capivari, como também executa frequentemente a limpeza do lago existente no local.
A autarquia também preparou uma sala de aula dentro da estação que receberá alunos e visitantes para palestras que visam à educação ambiental, ou seja, a conscientização da importância dos tratamentos de água e esgoto. Além, de informações sobre os mananciais, captações de água e etapas dos processos de tratamento. “Nossa ideia é ir além do tratamento em si, por isso preparamos um local apropriado para receber as pessoas para troca de conhecimentos”, disse Canjica. 
 
 
Despoluição do Córrego da Capela
A ETE Capivari será responsável pelo tratamento de todo efluente gerado na região da Capela, com essa destinação correta, o Córrego se encontra num processo de despoluição. As obras de interligações da rede coletora de esgoto aos interceptores, que são responsáveis por levar o efluente ao tratamento na ETE Capivari prosseguem até o final deste mês. Nesta etapa, os bairros atendidos são: a Vila Savian e o Jardim Eldorado, totalizando cerca de 1400 beneficiados. Com a finalização dessa obra todo o efluente será encaminhado para o tratamento e o Córrego da Capela e o Córrego do Morumbi serão despoluídos por completo.
Tamanho da fonte
Contraste