De Onde vem a Água

Sanebavi realiza palestra de Educação Ambiental na E.M. Nilza Maria Carbonari Ferragut
Comitê de Bacias Hidrográficas

Para entender de onde vem a água é preciso relembrar os estados em que ela se encontra.
Existe água no estado gasoso na atmosfera, proveniente da evaporação de todas as superfícies úmidas – mares, rios e lagos; em estado líquido,  os grandes depósitos, o planeta, oceanos e mares (água salgada), rios e lagos (água doce) e no subsolo, constituindo os chamados lençóis freáticos; e em estado sólido, nas regiões frias do planeta.
Da atmosfera, a água se precipita em estado líquido, como chuva, orvalho ou nevoeiro, ou em estado sólido, como
neve ou granizo.
Todas estas formas de água são intercambiáveis e representam o CICLO HIDROLÓGICO.
Desde a sua criação, o homem tem tido a sua disposição um sistema natural de purificação de água chamado ciclo hidrológico.
O ciclo hidrológico nada mais é do que um gigantesco sistema natural de purificação da água, que a recicla e purifica constantemente; um processo pelo qual a água que está na atmosfera na forma de vapor condensa e volta à terra na forma de precipitação. Uma vez na terra, a água novamente evapora e assim sucessivamente.
Contudo, por volta de 30% da água precipitada não volta a evaporar, ficando estocada na terra de duas maneiras:
• Uma parte se infiltra na terra e é estocada em bolsas chamadas de Aqüíferos.
• Outra parte é estocada em lagos, riachos, rios, oceanos e mares, como água de superfície.
Até 25% da água que cai é retirada para formação de matéria orgânica de que se constituem os seres vivos. O restante atinge os mares, caindo diretamente neles ou a eles chegando através de cursos de água.
*Devemos lembrar que, no caso das cidades, o ciclo natural da água é modificado pela impermeabilidade do solo, a
falta de áreas verdes e o excesso de construções.