Água de Vinhedo será fluoretada com recursos do governo estadual

Substituição de rede de esgoto no campo do Aquário é finalizada
15 de março de 2018
O gabarito das provas objetivas estão disponíveis
15 de março de 2018
A secretaria de Estado da Saúde anunciou que vai investir cerca de R$ 1 milhão de fluoretação da água de abastecimento público de 108 municípios que não são atendidos pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), além de Vinhedo, também serão beneficiadas: Artur Nogueira e Holambra.
As cidades beneficiadas pela verba extra poderão adquirir bombas dosadoras de flúor, equipamentos e insumos para a fluoretação por um período de um ano. Os valores do repasse variam conforme a necessidade de cada município. Vinhedo receberá R$2.509,00.
O objetivo é prevenir problemas de saúde bucal, pois a fluoretação previne a cárie dentária.
 
 
Importância
 
O tratamento de água de um sistema de abastecimento público é feito para atender várias finalidades e, sem dúvida, de evitar doenças na população. Dentre elas, a cárie dentária.
O flúor está na lista dos elementos essenciais no tratamento da água para efeitos fisiológicos benéficos. A fluoretação é um processo preventivo contra a perda de minerais do esmalte dos dentes, deixando-os mais resistentes à ação de agentes nocivos.
Estudos realizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que, para cada U$ 1 investido em fluoretação, são economizados U$ 50, que representam o custo total do processo de tratamento dentário e mais outras despesas indiretas.
Na década de 60, várias cidades brasileiras iniciaram a fluoretação em suas águas de abastecimento público. Porém, foram nos anos 70 que a fluoretação alcançou um acentuado progresso, com participação nos programas nacionais e estaduais, assim como no apoio da legislação e a conquista de normas específicas.
É necessário lembrar que o excesso de flúor pode ser prejudicial, pois dentes com doses muito grandes de minerais podem ficar manchados ou até quebradiços. Por isso, é importante que a população seja informada sobre o sistema de abastecimento de água em sua região. Se ela já estiver fluoretada, não deve receber doses extras de flúor, embora às vezes, isso seja recomendado por dentistas para casos específicos.
 
Tamanho da fonte
Contraste