Danilo Ferraz fiscaliza obras da nova adutora e questiona empresa sobre fechamento das valas na Estrada da Boiada

Sanebavi realiza processo seletivo para estagiários
1 de novembro de 2016
Bairros abastecidos pela adutora do Mirante terão fornecimento interrompido hoje (24) para manutenção
24 de novembro de 2016

Na manhã desta segunda-feira, 07, o superintendente da Sanebavi, Danilo Ferraz, esteve nas obras de implantação da nova adutora na Estrada da Boiada para fiscalizar e acompanhar o serviço que está sendo desenvolvido pela empresa  contratada para a execução do projeto.

 

Participaram da visita, o diretor da Trapézio Engenharia, Renan Cogo e a gerente administrativa, Juliana Gemeinder, que na oportunidade forneceram todas as informações sobre a obra, desde o cumprimento  do cronograma de execução até a qualidade do material e os procedimentos que estão sendo utilizados no local.

 

Dentre os  assuntos abordados pelo superintendente durante a inspeção esteve a camada de massa asfaltica aplicada na cobertura das valas que em alguns trechos   tem causado transtorno para os motoristas que transitam pela via. Sobre isso, os representantes da Trapézio informaram que o fechamento foi efetuado de maneira emergencial “ Devido as chuvas houve necessidade de fecharmos a valas em caráter de urgência para não comprometer o trabalho mas dentro de poucos dias será feita a recolocação do material asfaltico nos trechos onde ocorreu descompactação ou desnível na pista”, explicou Renan Cogo.

 

O responsável pela autarquia, Danilo Ferraz, ressaltou  a importância da obra e informou que todo o processo de instalação do novo sistema está sendo supervisionado pela Sanebavi  “Estamos acompanhando rigorosamente cada etapa deste projeto. A equipe da Sanebavi está monitorando todo o processo de implantação da  adutora para que a população receba uma obra de ótima qualidade. A substituição da rede é muito importante para o município pois vai ampliar a capacidade de vazão para os bairros e reduzir ao mínimo as perdas de água tratada decorrentes de vazamentos”, afirma.

 

 A OBRA  

A nova rede adutora  está sendo instalada na Estrada da Boiada numa extensão de aproximadamente  4 mil metros, no trecho que compreende o reservatório de 2 milhões de litros até o reservatório do Vista Alegre. A obra  faz parte do Programa de Redução de Perdas e  está sendo executada a partir de recursos da Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) na ordem de  4  milhões,  com contrapartida do município de Vinhedo.

 

 

Atualmente, a Boiada possui  duas adutoras que juntas têm capacidade de vazão total de 84,8 litros por segundo, atendendo uma população de pouco mais de 20 mil habitantes.  Já o novo sistema tem capacidade de vazão prevista para  341 litros por segundo,  quatro vezes maior que a atual, ampliando a capacidade de atendimento para uma população de mais de 82 mil habitantes.

Tamanho da fonte
Contraste