Projetos de Trabalho Socioambiental

Projetos de Trabalho Socioambiental

Após conseguir a liberação de recursos na faixa de R$ 27 milhões financiados pelo Ministério das Cidades, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para investimentos em obras de ampliação das redes de abastecimento de água e esgotamento sanitário para os territórios Altos do Morumbi, Colinas de San Diego, Capela, Distrito Industrial, São Joaquim e Vila Fontaine, a Sanebavi, como contrapartida, precisou desenvolver Projetos de Trabalho Socioambiental (PTS) com a população diretamente beneficiada pelas obras.

Em novembro de 2014 a equipe de Serviço Social da autarquia iniciou o processo de construção do Diagnóstico Socioterritorial Participativo, com o levantamento das informações dos territórios beneficiados para conhecer as características dos locais e oferecer a oportunidade da população participar ativamente do processo de construção das ações que seriam desenvolvidas.

Para a elaboração do PTS, foram realizadas audiências públicas descentralizadas, entrevistas domiciliares em mais de 700 residências e diversas reuniões com representantes da rede de serviços socioassistenciais e lideranças comunitárias. Após a conclusão, os projetos foram apresentados para aprovação da Caixa Econômica Federal, responsável pelo monitoramento das ações e liberação dos recursos. Em dezembro de 2015 o Projeto de Trabalho Técnico Socioambiental passou a ser executado pela Associação Comunitária Vinhedense Educação Cultura (ACOVEC) e gerenciado pela equipe do Serviço Social da Sanebavi.

Ações realizadas

Nos primeiros vinte e quatro meses dos Projetos, diversas ações foram realizadas: apresentações de vídeo informativo sobre Controle Social, passeios ciclísticos, oficinas de horta orgânica, sabão com óleo de cozinha e compostagem, palestras de sensibilização sobre o consumo consciente de água e uso correto das redes de esgoto. Nesse período, também foi criada a Comissão de Acompanhamento de Obras (CAO) e diversos cursos de formação inicial e continuada foram oferecidos à população. Materiais socioeducativos foram produzidos e distribuídos aos participantes das atividades.

Neste período de desenvolvimento dos Projetos, participaram diretamente das ações mais de 3.000 pessoas. Indiretamente, mais de 2.500 pessoas se mobilizaram para participar dos cursos de formação inicial e continuada oferecidos pelos Projetos, uma vez que se interessaram e concorreram às vagas ofertadas além de terem sido atingidas pelos mecanismos de mobilização utilizados para divulgação das atividades.

Atualmente os PTS passaram por reprogramação. Enquanto as obras estiverem em andamento, ações serão realizadas com a população do município.
Tamanho da fonte
Contraste