Trabalhos de ampliação da ETA 2 começam no Jardim Santa Cândida

ERRATA Nº 04/2015.
15 de março de 2018
Sanebavi prossegue com os trabalhos de implantação das redes de água e esgoto no Distrito Industrial
15 de março de 2018

Os trabalhos para ampliação da estação de tratamento de água do Jardim Santa Cândida já começaram a ser feitos pela Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo). Parte da área que será utilizada na fase de ampliação já foi limpa após a retirada dos paralelepípedos e demarcada.

O espaço que vai abrigar o segundo módulo de tratamento de água será escavado e terá quatro metros de profundidade.

“Hoje a ETA 2 trabalha no limite para atender a região da Capela. Com essa ampliação vamos aumentar a oferta de água já que a estação terá condições de tratar mais 300 m³/h de água para atender a demanda da região”, explica o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

A estação do Jardim Santa Cândida será ampliada após o repasse de recursos financiados pelo PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) na faixa de R$ 27 milhões, para serem investidos em obras de esgotamento sanitário e abastecimento de água. Nos dois contratos o município tem a contrapartida de 10% no contrato da água e de 5% para o contrato de esgoto.

O projeto de ampliação da estação engloba a execução de novo módulo de tratamento de água em ciclo completo, com decantador de alta taxa e filtros descendentes, lavagem hidráulica e com capacidade de tratar até 300 m³/h, incluindo as unidades de desinfecção e bombeamento de água para o sistema de reservação do Jardim Florido.

Os resíduos (lodo) gerados no tratamento da água serão tratados e desidratados na Estação de tratamento de lodo já existente que também será ampliada, e o lodo será encaminhado para disposição em aterro sanitário. 

“Além desta ampliação estamos concluindo a construção da terceira estação de tratamento de água de Vinhedo, no São Joaquim, que terá capacidade para tratar até 720 m³/h de água. Isto é resultado do trabalho planejado e dos investimentos que estamos fazendo nos últimos anos em captação e tratamento de água, muito antes da crise hídrica que afetou todo o Estado de São Paulo”, afirma o prefeito Jaime Cruz.

Detalhes dos investimentos de R$ 27 milhões

O recurso de R$ 27 milhões será utilizado também na implantação de redes coletoras de esgoto para os loteamentos Altos do Morumbi, Colinas de San Diego, Vila Fontaine e São Joaquim e bairro Distrito Industrial; e de redes de distribuição de água para o bairro Distrito Industrial. Os investimentos irão beneficiar cerca de 15 mil pessoas que vivem ou trabalham nessas regiões.

 

Tamanho da fonte
Contraste