Sanebavi responde requerimento da Câmara e demonstra em planilha subsí­dio nas tarifas de 0 a 15m³

Jardim São Thomé pode ficar sem água neste domingo
15 de março de 2018
Manutenção na rede elétrica pode prejudicar o abastecimento de água para a Capela nesta quinta-feira, 27
15 de março de 2018

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
OF. 078/2013 – SUPERINT.
 
Vinhedo, 16 de Maio de 2013.
 
 
À
Prefeitura Municipal de Vinhedo
Secretaria de Controladoria Geral do Município
A/C Dr. Elvis Tomé
 
 
Assunto: Requerimento nº 47/2013 – Câmara Municipal de Vinhedo
                 Memorando 026/2013 – CGM/GC
 
 
Ilmo. Sr.Secretário,
                                      
 
                                      
A SANEBAVI – Saneamento Básico Vinhedo vem por meio deste, em resposta ao requerimento em referência, prestar as seguintes informações:
 
 
1 – Enviar o estudo técnico realizado, mencionado no item 2 do Oficio 043/2013 da Superintendência da SANEBAVI enviada à Prefeitura Municipal de 05 de abril.
 
 
              O cálculo da Tarifa Média Necessária segue a metodologia do indicador oficial do SNIS denominado Tarifa Média Praticada (IN004), representada na Tabela 1 pelo valor R$ 2,31 (Tarifa Média Aplicada) referente aos sistemas de água e esgoto. Nesse cálculo, são considerados: 
 
 
   A. os volumes de água e esgoto faturados, 5.983.550 m³ e 4.786.841 m³, respectivamente, e;
 
   B. as receitas operacionais diretas de água e esgoto, R$ 15.837.998,78 e R$ 9.024.945,78.
 
 
O cálculo é realizado considerando a somatória dos itens relacionados em B que são divididos pela somatória dos itens relacionados em A, desta forma, se resulta no valor da Tarifa Média Aplicada.
Em paralelo, o mesmo cálculo é realizado considerando a somatória das Provisões para: Custos
(R$ 24.118.292,52), Evasão de Receitas (R$ 1.396.294,37), Depreciação (R$ 507.803,09) e Investimentos
(R$ 2.177.000,00); desse montante se subtrai o valor das receitas indiretas (R$ 994.358,60) e; posteriormente, o resultado se divide pelo mesmo volume faturado (água e esgoto – item A), resultando na Tarifa Média Necessária de R$ 2,53. O percentual de diferença entre ambos corresponde a 9,42% de reajuste na Tarifa Média Aplicada
 
""
Fonte: Sanebavi
 
1 O cálculo realizado na planilha considera 7 casas decimais, desta forma, pequenas diferenças no percentual final podem ser encontradas, caso o cálculo seja realizado apenas com 2 casas decimais.
 
 
 
2 – Quais e o que são os “parâmetros regionais” a que se refere a adequação mencionados no item 2 do Ofício 043/2013 da Superintendência da SANEBAVI enviada à Prefeitura Municipal de 05 de abril.
 
            O parâmetro regional utilizado para adequação a nova faixa de consumo mínimo foi a pesquisa dos municípios associados a Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba,  Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ) e também os municípios pertences a Região Metropolitana de Campinas(RMC). Com base no resultado da pesquisa, identificamos que 92% dos municípios cobram a taxa mínima de consumo em até 10m³ conforme será demonstrado na Tabela 2.
 
 
A SANEBAVI monitora mensalmente todos os indicadores do SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento do Ministério das Cidades desde o exercício de 2010. Essa experiência em utilização de indicadores de saneamento, mostra a importância de pensar e promover ações de forma integrada, por isso da  adequação de parâmetros regionais.
 
 
Com tudo, conforme será demonstrado na Tabela 3, mesmo com a mudança da faixa mínima, pode-se atestar que o valor cobrado nas faixas de consumo de 0m³ até 15m³, não cobre o custo operacional e representam 47% do total das ligações ativas do município (conforme a Tabela 4 – % Acumulado), ou seja, todos os consumidores da categoria residencial que consomem dentro das duas primeiras faixas (0-10m³ e de 11-15m³) são subsidiados pela SANEBAVI.
 
TABELA 2
""
 
 
TABELA 3
 ""
                       Fonte: Sanebavi
 
 
""
              Fonte: Sanebavi
 
 
 
3 – Enviar em formato de planilha eletrônica tabular manipulável (ex: excel) o documento apresentado aos vereadores na reunião realizada no mês de março de 2013 nas dependências da SANEBAVI.
 
""
 
 
 
4 – Quais foram os faturamentos mensais das receitas indiretas dos meses: Janeiro, Fevereiro, Março  e Abril deste ano? (Enviar discriminadamente po mês em planilha tipo excel)?
 
 TABELA 6
""
 
 
5 – Quais foram os faturamentos totais dos meses: Janeiro, Fevereiro, Março  e Abril deste ano? (Enviar discriminadamente po mês em planilha tipo excel)?
 
 TABELA 7
""
 
 
6 – Quais foram os volumes faturados dos meses: Janeiro, Fevereiro, Março  e Abril deste ano? (Enviar discriminadamente po mês em planilha tipo excel)?
 
 TABELA 8
""
 
 
Atenciosamente,             
                                    
 
 
 
 
 
ODAIR FERNANDO SERAPHIM
        Superintendente
 
 
 
 
 
 
 

 

Tamanho da fonte
Contraste