Sanebavi responde à  requerimento da Câmara Municipal de Vinhedo

ETA 2
15 de março de 2018
Sanebavi distribuirá comunicado sobre o novo modelo da conta de água que será implantado a partir de maio
15 de março de 2018

 

Vinhedo, 05 de Abril de 2013.

 

À

Prefeitura Municipal de Vinhedo

Gabinete do Prefeito

A/C Prefeito Milton Serafim

 

 Assunto: Requerimento nº 25/2013 – Câmara Municipal de Vinhedo

 

Exmo. Senhor Prefeito, 

 

 

A SANEBAVI – Saneamento Básico Vinhedo vem por meio deste, em resposta ao requerimento em referência, prestar as seguintes informações:

 

1. Qual foi o aumento da receita da SANEBAVI considerando a diminuição do desperdício de água amplamente divulgado por esta autarquia?

 

R: A diminuição do desperdício da água, como demonstrado no gráfico abaixo no período de 2010 a 2012, (perdas na distribuição) reduziu de 44% para 30,64%, isto fez com que um menor volume de água captada (conseqüentemente com redução de despesas de tratamento) conseguimos atender a demanda crescente do consumo verificada no mesmo período citado. Em termos percentuais, o volume de água tratada reduziu em 3,66% e o aumento do volume consumido aumentou em 17,11%.

""
 
 
""
 
 
Desta forma, não há que se falar em aumento de receita e sim diminuição das despesas devido a uma administração técnica e profissional, fator que possibilitou investimento no setor, investimentos estes que não eram realizados a mais de 10 anos.
 
 
2. Na categoria “Domiciliar e de Logradouros Públicos” porque foi reduzido o consumo para pagamento mínimo de 12 para 10 metros cúbicos?
 
 
R: Foi reduzido o referencial mínimo de consumo de 12 m³ para 10 m³, visando à adequação aos parâmetros regionais, assim como atender ao estudo técnico realizado pela Sanebavi.
Cabe noticiar ainda que a Sanebavi permanece subsidiando a prestação de serviços.
 
 
3.Informar a razão do aumento em cada uma das categorias, com os respectivos estudos.
 
 
R: O reajuste foi linear para todas as faixas de consumo e as respectivas categorias, visando à adequação do equilíbrio econômico-financeiro da autarquia, de acordo com a "Composição do Cálculo da Tarifa Média Necessária", baseada na contabilidade de custos implantada desde 2009 na autarquia, conforme segue o detalhamento a seguir na Tabela 1, a necessidade foi de 9,42%, porém foi aplicado para as faixas de consumo o percentual de 7,42%.
 
 
""
 
Fonte: Sanebavi 
 
 
4. A respeito das taxas (ligação de água, ligação de esgoto, mudança de cavalete, desligamento de água, etc), favor informar também os critérios utilizados em cada aumento.
 
 
R: O reajuste foi linear para todas as faixas de consumo e as respectivas categorias, visando à adequação do equilíbrio econômico-financeiro da autarquia, de acordo com a "Composição do Cálculo da Tarifa Média Necessária", baseada na contabilidade de custos implantada desde 2009 na autarquia, conforme segue o detalhamento da Tabela 1 anexa na resposta anterior, a necessidade foi de 9,42%.
 
 
 
 
Atenciosamente,
 
 
 
 
ODAIR FERNANDO SERAPHIM
Superintendente
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Tamanho da fonte
Contraste