Sanebavi orienta população a não jogar óleo na rede de esgoto

Remanejamento da rede de água no Vila Fontaine
15 de março de 2018
Rompimento de adutora interrompe o fornecimento de água em Vinhedo
15 de março de 2018

Todo mundo sabe que o hábito de descartar gordura ou óleo no ralo da pia da cozinha é prejudicial ao meio ambiente. No entanto, somente o conhecimento sobre o assunto não é suficiente para despertar a consciência da população para o problema.

 

Residências, bares, restaurantes,  cozinhas industriais e até estabelecimentos de lava jato que descartam incorretamente esses produtos na rede, contribuem para o entupimento   das próprias  tubulações e até mesmo das galerias e redes de esgoto.

 

Em junho deste ano a Saneamento Básico Vinhedo (Sanebavi) se deparou com uma situação inusitada. Ao atender uma reclamação de entupimento na região da Capela os técnicos da autarquia identificaram na tubulação pedras de gordura saturada obstruindo a rede.

 

Para retirar essa gordura solidificada foi preciso utilizar o caminhão de hidrojato, adquirido em maio, para empurrar o material até uma caixa de inspeção. A quantidade de gordura que saiu do encanamento chamou a atenção da autarquia.

 

“Todo material descartado incorretamente na rede de esgoto vai aderindo às paredes e com o tempo se solidificam, entupindo a tubulação, provocando transtornos para os próprios moradores. Por isso é fundamental que todos tenham consciência sobre a maneira correta de eliminar a gordura e o óleo utilizados no dia a dia. ”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Serpahim, o Canjica.

 

Óleo que também pode chegar aos rios, córregos e lagoas formando uma camada sobre a água, facilitando a aglomeração de lixo e entulhos que vão dificultar a passagem da luz, prejudicando a oxigenação e a evaporação da água que garantem  a existência de vida aquática nesses locais.

 

Por causa do problema que o descarte incorreto pode provocar para a natureza, a Sanebavi orienta a população a dar a destinação correta para o material, como cooperativas de reciclagem ou o acondicionamento em garrafas PET para posterior descarte em local apropriado. Outra orientação importante é que cada morador mantenha a caixa de gordura do imóvel sempre limpa.

 

A mesma orientação vale para bares, restaurantes, cozinhas industriais e estabelecimentos  lava jato que precisam ter obrigatoriamente caixa de gordura, ou caixa de retenção no caso dos lava rápido, com capacidade suficiente para atender  o fluxo de vazão de acordo com a produção diária.

 

“Qualquer pessoa ou estabelecimento que tiver dúvidas pode nos procurar que orientamos sobre a instalação e o tamanho correto dessas caixas”, afirma Odair Seraphim, o Canjica.

 

E lembre-se: Não jogar óleo em fontes de água, na rede de esgoto ou no solo é uma questão de cidadania. 

 

Tamanho da fonte
Contraste