Sanebavi inicia implantação do novo sistema de monitoramento da distribuição de água em Vinhedo

Superintendente da Sanebavi acompanha reta final dos trabalhos nas estações de tratamento de lodo
15 de março de 2018
Construção das Estações de Tratamento de Lodo
15 de março de 2018

A Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) iniciou nesta semana a implantação do novo sistema de supervisão e controle do abastecimento de água de Vinhedo.
 
 

O novo software que deve começar a funcionar até o final do mês, vai permitir o acompanhamento em tempo real, 24 horas por dia, das vazões dos macromedidores e do nível de água dos reservatórios do município. Pelo programa também será possível emitir relatórios e acompanhar o histórico de consumo de cada região.

 

A análise dessas informações será feita por uma única tela de computador que estará nos Centros de Controle Operacional (CCO) das Estações de Tratamento de Água do Jardim Planalto (ETA1) e Santa Cândida (ETA 2).

 

“Com esse novo sistema nós teremos uma visão geral de todo o sistema de distribuição em Vinhedo, facilitando a identificação dos setores que mais consomem água por mês e a partir daí, poderemos realizar ações especificas para atender as necessidades de cada região”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

As vazões de água e o controle de nível de cada reservatório são controlados pelos aparelhos macromedidores e sensores de nível de cada reservatório e repassados à CCO, via rádio, através dos painéis de automatização instalados em pontos estratégicos do município.

 

Com esses equipamentos foram criadas dez macrozonas, divididas em 30 setores diferentes de abastecimento.

 

Com a cidade divida em setores de abastecimento também haverá um controle maior sobre a vazão mínima noturna que ajudará na identificação de problemas que provocam a perda de água, intensificando o programa de controle de perdas do município que já conseguiu reduzir o índice de 47%, em 2005 para 30%, em 2012.

 

“Vinhedo adota mais uma ferramenta importante no processo contínuo de redução do desperdício de água tratada. A adoção de ferramentas tecnológicas só aumenta a eficácia da gestão pública, proporcionando o desenvolvimento do município”, afirma o Prefeito de Vinhedo, Milton Serafim.

 

Além de um controle maior sobre a distribuição da água, a Sanebavi também poderá estabelecer prioridades de investimentos e planejar ações para cada uma das regiões de Vinhedo.

 

Tamanho da fonte
Contraste