Sanebavi coloca em operação novos coletores para medir o consumo de água

Remanejamento da rede de água no Vila Fontaine
15 de março de 2018
Rompimento de adutora interrompe o fornecimento de água em Vinhedo
15 de março de 2018

A partir deste mês, a Sanebavi (Saneamento Básico Vinhedo) passa a fazer a leitura do consumo de água do município com novos aparelhos.  São dez equipamentos que substituem os Palm’s,  utilizados para coletar as informações nos últimos sete anos.

Os computadores portáteis são mais resistentes a impactos e possuem teclado qwerty e câmera fotográfica que vão dar maior rapidez na digitação e no registro de ocorrências e irregularidades que possam ser encontradas no momento da leitura.

O novo equipamento que está  integrado ao sistema de faturamento da autarquia possui uma impressora portátil que, em breve,  vai emitir na hora a conta para o consumidor.

O uso desse novo sistema é apenas o início de um grande projeto que está vinculado ao controle de perdas do município. Nos próximos doze meses macromedidores serão instalados nos 36 reservatórios da cidade e, a partir daí, será possível comparar a quantidade de água distribuída com a quantidade efetivamente consumida pelos hidrômetros em cada região.

“Com a macromedição nos conseguiremos identificar possíveis perdas de água pelo caminho, já que no mesmo dia vamos fazer a leitura do consumo de determinada região com a quantidade de água distribuída pelo reservatório para aquele setor, e no final, os números terão que ser iguais”, afirma o Superintendente da Sanebavi,  Odair Seraphim, o Canjica.

Além de um controle maior sobre a distribuição da água, a Sanebavi também poderá estabelecer prioridades de investimentos e planejar ações para cada uma das regiões de Vinhedo.

Em 2008 o índice de perdas de água no município era de 44%. Após uma série de ações como troca de hidrômetros, instalação de novas tubulações, monitoramento dos reservatórios e maior agilidade no atendimento das ocorrências,  esse índice foi reduzindo e agora em 2012 está em 31%.

A meta estipulada pelo Comitê PCJ (Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) aos municípios consorciados, da qual Vinhedo faz parte, é que até o ano de 2020 esse índice alcançe25%.
 

Tamanho da fonte
Contraste