Prefeito Milton Serafim detalha aos vereadores destinação dos R$ 27 milhões para obras de saneamento

Sanebavi prossegue com as obras de construção da ETA 3
15 de março de 2018
Superintendente da Sanebavi acompanha fase final de testes na estação de tratamento de lodo da ETA 2
15 de março de 2018

Após a liberação de recursos na faixa de R$ 27 milhões de reais para o município de Vinhedo investir em obras de saneamento, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), o prefeito Milton Serafim reuniu-se nesta segunda-feira, 04, com os vereadores e explicou como serão investidos esses recursos e os benefícios que eles trarão para os moradores da cidade de Vinhedo.

Vale ressaltar que Vinhedo é uma das raras cidades no Brasil a tratar 100% do esgoto coletado e, agora, com estes investimentos, caminha para chegar a 100%, também, do esgoto coletado.

Participaram do encontro, também, o superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica; o secretário de Governo, José Luis Bernegossi; além do presidente da Câmara de Vinhedo, vereador Rubens Nunes, e os vereadores Nill Ramos, Val Rodashow, Hamilton Port, Junior Choca, Ana Genezini, Márcio Melle, Aparecida Dias “Bacural”, dr. Dario Pacheco, Paulinho Palmeira e dr. Alexandre Viola.
 

“Investir em Saneamento Básico é investimento importante na área da saúde. Nesse encontro, nós pudemos explicar detalhadamente como vamos investir essa verba em obras de rede de abastecimento de água e esgotamento sanitário. É um valor expressivo que vai beneficiar cerca de 20 mil pessoas que vivem ou trabalham nos bairros que serão atendidos, além de estimular a vinda de novas empresas e industrias para o nosso município”, afirma o prefeito Milton Serafim.
 

Os recursos serão aplicados na implantação da rede de esgoto em uma extensão de 19 km, a construção de estações elevatórias e emissários de esgoto para os bairros Distrito Industrial, Altos do Morumbi, Colinas de São Diego, Vila Fontaine e São Joaquim.
 

O projeto de esgotamento sanitário atende uma exigência da CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) que vem cobrando das empresas instaladas no Distrito Industrial o tratamento do esgoto.
 

Com o recurso também será possível ampliar a estação de tratamento de água do Jardim Santa Cândida e expandir a rede de distribuição para o Distrito Industrial. Com a ampliação da ETA 2 será possível aumentar a capacidade de tratamento para 125 l/s, beneficiando toda a região que cresce a cada ano. Além disso, com a implantação da rede de distribuição no Distrito Industrial, o fornecimento de água será feito pela ETA 3, no São Joaquim.
 

“Tudo isso vai proporcionar um salto de qualidade no serviço prestado à população, proporcionando mais qualidade de vida para todos”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.
 

Durante o encontro, o prefeito Milton Serafim também abordou com os vereadores a liberação de mais R$ 2,6 milhões oriundos do FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) para melhorar o sistema de distribuição de água e intensificar o combate às perdas no município.
 

Juntos, os dois projetos somam recursos de R$ 2.557.088,32 com contrapartida de 15% do município.
 

Uma das ações prevê a adequação da rede de água na Nova Vinhedo e está orçada em R$ 2.033.942,56. A rede em cimento amianto será substituída por tubos de PVC e de ferro fundido em uma extensão de 6.174 metros, diminuindo as perdas de água tratada ocasionados por vazamentos e melhorando a distribuição de água para a população.
 

Também será implantado em todo o município a operação caça vazamento para intensificar o programa de controle de perdas que já conseguiu reduzir um índice que estava em 47%, no início de 2009 para 30%, em 2012.
 

 

Tamanho da fonte
Contraste