Prefeito Jaime Cruz assina convênio que libera R$ 27 milhões para investimentos em saneamento

Prosseguem as obras de construção da estaço elevatória de esgoto no Marambaia
15 de março de 2018
Superintendente da Sanebavi acompanha mais uma etapa de concretagem das estruturas da ETA 3
15 de março de 2018

O prefeito de Vinhedo Jaime Cruz, e o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica, assinaram nesta sexta-feira, 4, o convênio junto à Caixa Econômica Federal que libera recursos na faixa de R$ 27 milhões, com contrapartida de 15% do município para serem investidos em obras de saneamento, via PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento), do Governo Federal. 

 

Também estiveram presentes no Gabinete do Prefeito, no ato da assinatura, o presidente da Câmara de Vereadores de Vinhedo, Rubens Nunes; os vereadores Paulinho Palmeira, Márcio Melle e dr. Dario Pacheco; os secretários Eliazar Ceccon (Governo e Interino do Meio Ambiente e Urbanismo) e Augusto Braccialli (Obras); o gerente de Convênios da secretaria de Governo da Prefeitura de Vinhedo, Bruno Dorigon; o presidente da AEVI – Associação Empresarial de Vinhedo, Geraldo Goldschmidt; o também associado da AEVI e um dos maiores incorporadores da área da Distrito Industrial de Vinhedo, o empresário Marco Pilão; o Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal, de Campinas, Mário Tonon; o Gerente da Caixa Econômica Federal de Campinas, Celso Eduardo Moreno Nucci; e o Gerente Geral da Caixa Econômica Federal de Vinhedo, Fernando Marques.

 

 

Os recursos serão aplicados na implantação de 19 km da rede coletora de esgoto doméstico do Distrito Industrial, na construção de estações elevatórias e emissários de esgoto para os bairros Altos do Morumbi, Colinas de São Diego, Vila Fontaine e São Joaquim, além da ampliação da estação de tratamento de água do Jardim Santa Cândida (ETA 2) e da expansão da rede de distribuição para o Distrito Industrial que será abastecido pela ETA 3 em construção no São Joaquim,  beneficiando, cerca de 20 mil pessoas que vivem ou trabalham nesses locais.  

 

 

“Vinhedo já se destaca na nossa região como uma das cidades que mais investiu em saneamento básico nos últimos anos. Estamos entre as raras cidades no Brasil a tratar 100% do esgoto coletado e, agora, com estes investimentos, caminhamos para chegar a 100%, também, do esgoto coletado. Ainda, estes investimentos no Distrito Industrial também ampliam os atrativos para que novas empresas possam se instalar em nossa cidade e, assim, gerar mais empregos e renda para a nossa população. Sabemos o quanto o investimento em saneamento básico é importante para a saúde da população e, por isso, não medimos esforços para sempre buscarmos novos recursos que ampliem a qualidade de vida dos vinhedenses”, afirmou o prefeito Jaime Cruz.

 

O projeto de esgotamento sanitário doméstico atende uma exigência da CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) que vem cobrando das empresas instaladas no Distrito Industrial o tratamento do esgoto.

 

O presidente da Câmara Municipal de Vinhedo, vereador Rubens Nunes, parabenizou ao prefeito Jaime Cruz pela conquista e fez questão de ressaltar o trabalho em equipe. “Parabenizamos o prefeito e sempre exaltamos a parceria Legislativo e Executivo em prol da nossa cidade”, afirmou o presidente Rubens Nunes.

 

“Ampliando a ETA 2 será possível aumentar a capacidade de tratamento para 125 l/s, beneficiando toda a região que cresce a cada ano. Além disso, com a implantação da rede de distribuição no Distrito Industrial, o fornecimento de água será feito pela ETA 3, no São Joaquim. Tudo isso vai proporcionar um salto de qualidade no serviço prestado à população”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

O Superintendente da Caixa Econômica Federal, Mário Tonon, fez questão de parabenizar toda a equipe da Prefeitura pelos projetos elaborados e por mais esta conquista. “Só em infraestrutura, com a Caixa, Vinhedo tem mais de 60 milhões em investimentos para a cidade”, comentou Mário Tonon.

 

Detalhes do investimento

 

Esgotamento Sanitário: Redes, emissário de esgoto e estação elevatória no Distrito Industrial; estação elevatória e linha de recalque no São Joaquim; redes de esgotamento sanitário no Altos do Morumbi, Colinas de São Diego, Vila Fontaine e Santa Claudina. Estação elevatória e linha de recalque Colinas São Diego; estação elevatória e linha de recalque Santa Claudina.

 

Abastecimento de Água: Ampliação da ETA 2 (Santa Cândida) estação elevatória de água tratada; sistema de distribuição de água potável para o Distrito Industrial com rede de distribuição de água tratada, estação elevatória de água tratada, adutora de água tratada e reservatória de água tratada.

 

 O início do processo

 

O processo que culminou com a assinatura nesta manhã de sexta-feira, no gabinete do prefeito Jaime Cruz, teve início no ano retrasado quando o então prefeito Milton Serafim, acompanhado do superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, Canjica, estiveram em Brasília, ao lado da presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, recebendo o anúncio deste investimento de R$ 27  milhões.

 

 

 

 

Tamanho da fonte
Contraste