Prefeito e Superintendente da Sanebavi acompanham testes nas Estações de Tratamento de Lodo

Prefeito e Superintendente da Sanebavi acompanham trabalhos de interligação da rede adutora da ETA 1
15 de março de 2018
Desassoreamento da Represa I é concluído
15 de março de 2018

Considerada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) a 13° melhor cidade do país para viver, com um dos melhores índices de desenvolvimento humano (IDH), Vinhedo está próxima de mais uma marca importante: integrar um seleto grupo de cidades brasileiras e da Região Metropolitana de Campinas que dão a destinação correta para o lodo que sobra após o processo de tratamento da água.

 

Ao lado do Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica, o Prefeito Milton Serafim esteve na última semana acompanhando o início da fase de testes das Estações de Tratamento de Lodo construídas na ETA 1, na Vila Planalto, e na ETA 2, no Jardim Santa Cândida.

 

“Essas estações representam um grande avanço ambiental para o município, já que daremos a destinação correta para toneladas de resíduos que sobram após o processo de tratamento da água. Enviando o lodo desidratado para aterro sanitário adequado, nós estaremos preservando o meio ambiente e proporcionando mais qualidade de vida para a população”, afirma o Prefeito de Vinhedo, Milton Serafim.

 

As Estações de Tratamento de Lodo somam-se a outros importantes investimentos na área ambiental que levaram o município a conquistar no ano passado, pelo quarto ano consecutivo, e pela segunda vez com a 1° colocação na Região Metropolitana de Campinas, o Certificado ‘Município Verde Azul’, concedido pelo Governo do Estado de São Paulo às cidades que desenvolveram ações de destaque com a finalidade de promover a recuperação e a preservação ambiental.

 

Quando entrarem em funcionamento, as duas estações, juntas, terão capacidade para desidratar 24 mil litros de lodo por hora. Na estação de tratamento da Vila Planalto vão funcionar duas centrifugas com capacidade para desidratar 14 mil litros/h. Já a estação de tratamento Santa Cândida terá uma centrifuga com capacidade para desidratar 10 mil litros/h.

 

“Além de oferecer à população uma água cristalina, que passou por rigorosos testes e que atende a todos os padrões de qualidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde, também estamos trabalhando numa série de investimentos com foco na manutenção da qualidade de vida para as próximas gerações, como as construções das Estações de Tratamento de Lodo e da 3ª Estação de Tratamento de Água, no São Joaquim, e a ampliação da ETE Capivari, que vão permitir um crescimento sustentável de Vinhedo nos próximos anos”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.
 

Tamanho da fonte
Contraste