Paredes do segundo tanque da ETE Capivari são concretadas

Obras da Sanebavi vão contribuir para o desenvolvimento de Vinhedo em 2013
15 de março de 2018
Superintendente da Sanebavi acompanha instalação da rede adutora na ETA 3
15 de março de 2018

 

As paredes do segundo tanque de aeração da ETE Capivari começaram a ser concretadas pela  Saneamento Básico Vinhedo (Sanebavi) neste fim de semana. 

 

A primeira fase do serviço, que será executada em três etapas, foi concluída em cerca de oito horas de serviço no último sábado, 2.

 

Para cobrir a primeira parte das laterais do tanque foram utilizados nove caminhões carregados de concreto, totalizando 72 m³.

 

O tanque de aeração, assim como o primeiro tanque já em funcionamento, terá 40x40m² com paredes de 4 metros de altura.

 

Seis filtros também serão instalados na estação para segurar partículas sólidas, garantindo mais eficiência no tratamento do esgoto.

 

“Com a ampliação da ETE Capivari vamos garantir um crescimento sustentável do município e com qualidade de vida para a população. Os investimentos em saneamento básico que estamos fazendo nos últimos anos reflete a preocupação que temos com as futuras gerações de Vinhedo”, afirma o prefeito de Vinhedo, Milton Serafim.

 

No ano passado, Vinhedo conquistou pelo quarto ano consecutivo, e pela segunda vez com a 1° colocação na Região Metropolitana de Campinas, o Certificado ‘Município Verde Azul’, concedido pelo Governo do Estado de São Paulo às cidades que desenvolveram ações de destaque com a finalidade de promover a recuperação e a preservação ambiental.

 

Entre os quesitos avaliados estão o uso da água e o tratamento de esgoto.

 

“Desde 2011 Vinhedo faz parte de um seleto grupo de cidades brasileiras que trata 100% do esgoto coletado. E aumentando a capacidade de tratamento da estação vamos manter esse índice beneficiando o Distrito Industrial, Marambaia, São Joaquim, Sol Vinhedo e o futuro crescimento da região da Capela”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

O custo total da ampliação está orçado em R$ 4.555.266,83. Verba destinada integralmente pelo PAC 2, o Programa de Aceleração do Crescimento, do Governo Federal.

 

Tamanho da fonte
Contraste