Obras da Sanebavi garantem aumento de nível das Represas

Sanebavi inicia a troca de hidrômetro na cidade de Vinhedo
15 de março de 2018
Mais de 800 alunos visitam as estações de tratamento
15 de março de 2018
O nível da água nas Represas I, II e III aumentou 70% de janeiro de 2009 até o mês de julho. Esse crescimento está ligado diretamente ao processo de recuperação das represas que está sendo realizado pela Sanebavi – Saneamento Básico Vinhedo.
De acordo com o superintendente da autarquia, Odair Seraphim, (Canjica), o previsto aumento dos níveis é resultado dos projetos de melhoria realizados. “As obras do Sistema Bom Jardim foram fundamentais. A Represa I está totalmente recuperada. As Represas II e III estão sendo controladas e também estão se recuperando”, disse Canjica.
No início de janeiro o nível da Represa I estava em 2,50 metros, subindo para 3,30 metros contabilizados no dia 31 do mesmo mês. No final de fevereiro o nível da água chegou a 3,70 metros. Na mesma época as Represas II e III trabalharam aproximadamente 30% da capacidade total. Hoje a Represa I encontra-se com 4,15 metros apresentando-se com 100% da capacidade. A II e III estão com 70%.
As represas são responsáveis por 45% dos 76% da água tratada pela ETA I (Estação de Tratamento de Água), que abastecem todo o município.
A captação de água na represa I está na média de 430 m³/h, possibilitando chegar aos 500m³/h.
Além da preocupação com o nível das Represas e o abastecimento da cidade, o superintendente tem projetos para atender a população na Represa II. “Foi realizado a construção de um novo sanitário para melhorar a qualidade dos frequentadores”, conta Canjica.
Sistema Bom Jardim
A primeira fase da obra está finalizada. Conta com extensão de 2.500 metros e diâmetro de 12 polegadas (300 mm). A nova adutora, além de melhorar o sistema de recalque de água bruta para o sistema represas, está possibilitando um melhor aproveitamento da casa de bombas, reduzindo os gastos com energia elétrica. “A nova adutora está contribuindo para uma vazão real de 150m³ , antes a vazão de recalque deste setor não chegava aos 60m³/h”, explicou o superintendente da Sanebavi.
A implantação da nova adutora no Sistema Bom Jardim faz parte do programa macro de redução de consumo de energia elétrica e melhorias na performance quanto ao volume de água bruta aduzidos para o tratamento na Estação de Tratamento de água – ETA I/Planalto.
Além da implantação, também foi feito a reforma na casa de bombas, com troca de motores, do painel de controle e substituição de rede, visando melhorar a captação de água.
 
Tamanho da fonte
Contraste