Detalhes da implantação da rede de água e esgoto para o Distrito Industrial são apresentados aos vereadores

Prosseguem as obras de construção da estaço elevatória de esgoto no Marambaia
15 de março de 2018
Superintendente da Sanebavi acompanha mais uma etapa de concretagem das estruturas da ETA 3
15 de março de 2018

 

Os investimentos em saneamento básico que Vinhedo realizará no Distrito Industrial após a liberação de recursos junto ao Governo Federal, foram detalhados nesta quarta-feira, 11, pelo prefeito Jaime Cruz a secretários e vereadores durante visita ao polo industrial do município.

 

Acompanharam o prefeito pelo Distrito Industrial o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica, o secretário de Obras, Augusto Bracialli, o secretário de Serviços Municipais, Geraldo Rodrigues Frois, o Cidinho e os vereadores Paulinho Palmeira, Carlinhos Paffaro, Nil Ramos e Marcio Melle.

 

Durante a visita, eles conheceram os detalhes do projeto que prevê a implantação da rede de água e da rede coletora de esgoto doméstico que beneficiará todas as empresas. 

 

“A previsão é assinar até o fim de junho com a Caixa Econômica Federal o convênio de liberação dos R$ 27 milhões obtidos junto ao PAC 2 para investirmos no saneamento do município. Além do Distrito Industrial, estão contemplados no projeto o  Altos do Morumbi, Colinas de São Diego, Vila Fontaine e São Joaquim, totalizando cerca de 20 mil pessoas que serão beneficiadas com essas obras”, afirma o prefeito Jaime Cruz.

 

Os recursos serão aplicados na implantação da rede de esgoto em uma extensão de 19 km, e na construção de estações elevatórias e emissários de esgoto nesses bairros. A Sanebavi já está em busca das anuências de passagem necessárias para que a rede coletora de esgoto possa ser implantada nesses locais.

 

Vinhedo é uma das raras cidades no Brasil a tratar 100% do esgoto coletado e, agora, com estes investimentos, caminha para chegar a 100%, também, do esgoto coletado.

 

“Esse projeto de esgotamento sanitário atende uma exigência da CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) que vem cobrando das empresas instaladas no Distrito Industrial o tratamento do esgoto. Com isso, nós também vamos estimular a vinda de novas empresas e indústrias para o nosso município”, explica o superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica.

 

Além das expansões da rede de água e esgoto para o Distrito Industrial, o recurso liberado pelo Governo Federal também vai permitir a ampliação da estação de tratamento de água do Jardim Santa Cândida, aumentando a capacidade de tratamento da estação.

 

Recursos FEHIDRO

 

Vinhedo também conseguiu a liberação de mais R$ 2,6 milhões oriundos do FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) para melhorar o sistema de distribuição de água e intensificar o combate às perdas no município. O convênio que repassa o recurso a fundo perdido e com contrapartida do município de 15%, foi assinado no último dia 22, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, com a presença do governador Geraldo Alckmin.

 

Uma das ações prevê a adequação da rede de água na Nova Vinhedo e está orçada em R$ 2.033.942,56. A rede em cimento amianto será substituída por tubos de PVC e de ferro fundido em uma extensão de 6.174 metros, diminuindo as perdas de água tratada ocasionados por vazamentos e melhorando a distribuição de água para a população.

 

Também será implantado em todo o município a operação caça vazamento para intensificar o programa de controle de perdas que já conseguiu reduzir um índice que estava em 47%, no início de 2009 para 30%, em 2013.

 
Tamanho da fonte
Contraste