Avançam as obras de construção da ETA 3 no São Joaquim

Uso racional da água é fundamental para recuperação do ní­vel das represas
15 de março de 2018
Baixo nível das represas exige uso racional da água
15 de março de 2018

O Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim, o Canjica, em visita as obras de construção da terceira estação de tratamento de água de Vinhedo, acompanhou mais uma etapa de concretagem das estruturas da estação que vai funcionar dentro do condomínio São Joaquim.

 

Após a conclusão da concretagem das paredes do tanque de entrada de água bruta que ocupa uma área de 70 m², desta vez foi realizada a concretagem da laje de fundo do segundo módulo de tratamento da estação.

 

“Os trabalhos estão sendo intensificados para que a estação entre em funcionamento até o início de junho. A ETA 3 vai ser fundamental para melhorarmos o abastecimento de água em Vinhedo”, afirma o Superintendente da Sanebavi, Odair Seraphim.

 

Além da concretagem das paredes, parte do terreno que foi rebaixado em mais de seis metros no início das obras já começou a ser aterrado. O primeiro módulo de tratamento da estação que possui 20 m² já teve a laje de fundo concretada e as ferragens estão prontas para permitir a construção das paredes.

 

“Com a ETA 3, Vinhedo dará um salto de qualidade na prestação do serviço à população já que ela terá capacidade para tratar aproximadamente 720m³/h. Também será possível racionalizar energia elétrica uma vez que não será mais necessário bombear a água coletada até o sistema da ETA 1, no Jardim Planalto”, afirma o prefeito de Vinhedo, Milton Serafim. 

 

Depois de pronta, a água será captada, tratada e depois enviada para os reservatórios da Estrada da Boiada.
A rede adutora com tubos de ferro fundido de 400 mm já está pronta. Ela foi instalada em uma extensão de 2,3 km entre o condomínio São Joaquim e os reservatórios da Boiada.

 

Tamanho da fonte
Contraste